meditação e saúde mental

Pessoas com experiência em meditação parecem ser capazes de modificar áreas do cérebro associadas ao “sonhar acordado”, assim como distúrbios psiquiátricos (esquizofrenia e autismo, segundo um novo estudo de imagens cerebrais feito por investigadores da Universidade Yale, nos EUA. O trabalho foi publicado na revista “Proceedings of the National Academy of Sciences” (PNAS).

A capacidade da meditação para ajudar as pessoas a manter o foco no presente tem sido associada a maiores níveis de felicidade, destacou o principal autor do estudo e professor assistente de psiquiatria da Universidade Yale, Judson A. Brewer. “A meditação tem demonstrado ser capaz de ajudar em vários problemas de saúde, ao contribuir para que as pessoas parem de fumar, lidem melhor com o cancro e até mesmo na prevenção da psoríase”, descreveu o cientista.

Para ler mais.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s